Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Básica Dr. Manuel Brito Camacho, Aljustrel

Exposição de motivos

Muitas são as pessoas que definem violência domestica e no namoro como uma agressão física existente entre pares que se relacionam em contexto de intimidade,quer sejam do mesmo sexo quer de sexos diferentes.Ela existe em todos os países e atinge todas as classes sociais.Portugal,pelos números por todos nós conhecidos no ano transato ,terá nesta matéria muito trabalho a desenvolver,no sentido de contrariar esta problemática secular. Durante muito tempo foi considerada como um tabu. Ninguém falava dela,ninguém admitia tê-la testemunhado,ninguém fazia nada para impedir.Hoje ,o assunto já é abordado de forma mais aberta,embora continue a existir um muro de silencio em torno das vitimas,sendo o medo um dos responsáveis por esse silencio.

Medida proposta 1.:

`Disponibilizar formação gratuita para diversos agentes da sociedade,que podem ter de lidar,com casos de violência doméstica e no namoro,de forma a que estes procedam adequadamente e promovam simultaneamente a garantia do respeito e igualdade .

Medida proposta 2.:

Promover novas formas de divulgação e funcionamento,para algumas instituições locais e nacionais que prestam apoio às vitimas de violência doméstica e no namoro.

Medida proposta 3.:

Rever a legislação referente aos mecanismos de denúncia para os casos de violência doméstica e no namoro.