Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Externato Luis de Camões

Exposição de motivos

O estudo da problemática da violência nas relações de namoro revela-se essencial, na medida em que as estudos já efectuados apontam para uma prevalência significativa desta violência entre os jovens e adolescentes bem como a existência de consequências graves quer para a vítima quer para o(a) agressor(a). A violência não pertence à natureza humana nem tem origem biológica, é sim um fenómeno biopsicossocial complexo e dinâmico que se forma e desenvolve no contexto da sociedade (Minayo, 1994). Alguns estudos demonstram a existência de predisponentes biológicos e factores individuais para a agressão. Contudo, esses predisponentes não originam obrigatoriamente comportamentos de violência. A interacção desses mesmos predisponentes com factores familiares, culturais, comunitários ou outros factores externos é que pode originar situações onde surja a violência (Dahlberg & Krug, 2007). Uma vez que a violência no namoro aparenta ser um precursor da violência conjugal, revela-se importante referir o ciclo de violência conjugal, pois este pode ajudar a compreender melhor o envolvimento numa relação de violência.

Medida proposta 1.:

O papel das Redes Sociais para controlar/combater a Violência;

Medida proposta 2.:

Anúncios entre videos no youtube podem auxiliar no combate e/na violência

Medida proposta 3.:

Promover ações de sensibilização desde o pré escolar aos lares de idosos;