Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Profissional das Capelas

Exposição de motivos

Tendo em conta a temática para discussão este ano no Parlamento Jovem, a única lista concorrente na nossa escola considera que apesar dos esforços empreendidos, ainda muito há para fazer. Sendo assim, a mesma definiu três medidas que considera serem pertinentes e nucleares neste combate. Estas assentam numa base de forma a facilitar a segurança e a proteção das vítimas. Salienta-se que a nossa lista pretende: que a queixa apresentada por violência não seja retirada, pois assim a vítima e outros, mesmo que coagidos, não poderão voltar atrás no seu procedimento; a criação de um dispositivo no telefone e ou telemóvel, que fosse acionado pela voz ou pela técnica de pessionar um botão que automaticamente contataria com as forças de segurança mais próximas ( e especializadas), por fim, sugerimos a criação de unidades policiais especializadas e preparadas para o combate da violência.

Medida proposta 1.:

Proibição da retirada de queixa seja por parte da vítima e ou outros.

Medida proposta 2.:

Criação do dispositivo acionado pela voz ou pelo premir de um botão no telemóvel e ou telefone.

Medida proposta 3.:

Criação de unidades policiais especializadas no combate à violência doméstica e no namoro.