Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Profissional de Odemira

Exposição de motivos

A violência doméstica é uma realidade amplamente reconhecida na sociedade que não podemos esconder e que, infelizmente, já tirou a vida a algumas vítimas e deixou outras marcadas para o resto das suas vidas. A questão da violência doméstica e no namoro tem sido alvo de preocupação tanto a nível público como político, dada a proximidade de relação que o agressor e a vítima têm entre si, sendo, muitas vezes, no meio familiar, no lar e no namoro, onde este crime é praticado quando seria de esperar que este fosse um lugar seguro e protegido. Há que atuar rapidamente na prevenção, no conhecimento e na divulgação deste flagelo. Há que dar força, cobertura e incentivo às vítimas para que atuem em segurança, sem discriminação e sem preconceitos. Quanto às respostas que nós poderemos dar, ao nosso nível, depois de alguns debates com salutares divergências, conseguimos estabelecer alguns consensos e compromissos, tendo considerado que a principal conclusão que enquadra todas as nossas propostas será a necessidade de uma maior divulgação deste tema na escola e na sociedade portuguesa, para que sejam alterados alguns comportamentos e estereótipos que ainda persistem. Assim, a Escola Profissional de Odemira propõe as seguintes medidas:

Medida proposta 1.:

Criar grupos voluntários que integrem profissionais/técnicos na saúde mental e indivíduos que tenham tido esse tipo de experiência/vivências;

Medida proposta 2.:

Gestão de emoções com o desenvolvimento de atividades promotoras das mesmas;

Medida proposta 3.:

Campanhas de sensibilização na comunidade sobre a temática;