Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

EB2,3/S das Lajes do Pico

Exposição de motivos

Com a primeira medida, pretende-se informar e, ao mesmo tempo, impressionar e "chocar" o público em geral para que as pessoas possam refletir e discutir, cada vez mais, a problemática da violência doméstica e no namoro; é importante que estejam informadas para debater o tema e até denunciar situações que conheçam. A segunda medida visa apresentar junto dos mais novos um assunto sério e importante de forma divertida e descontraída, ao mesmo tempo que incentiva os familiares a falar com as crianças sobre relações afetivas e atitudes a adotar, promovendo, assim, comportamentos saudáveis no futuro. A terceira medida pretende que se crie um momento de transmissão de informação, de partilha de opiniões e experiências, no espaço escolar, para que os alunos possam, não só ficar informados, mas também esclarecer dúvidas e apresentar soluções para minimizar o problema em questão. É, muitas vezes, com os colegas e com os professores que os jovens se sentem à vontade para falar desses assuntos e encontrar soluções.

Medida proposta 1.:

Divulgar curtas-metragens, realizadas por pessoas especializadas na área da representação e produção, com dados estatísticos e cenas marcantes de violência doméstica e no namoro, nas redes sociais, nas festas municipais, através de projeção em telas, e nos meios de comunicação social.

Medida proposta 2.:

Promover atividades lúdicas sobre o tema da violência doméstica e no namoro nas escolas do primeiro ciclo destinadas às crianças e aos seus familiares.

Medida proposta 3.:

Criar um programa sobre a violência doméstica e no namoro para ser aplicado nas aulas de Cidadania aos alunos do 5.º e 9.º anos.