Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Básica e Secundária Coelho e Castro, Fiães, Santa Maria da Feira

Exposição de motivos

1. O aumento do número de psicólogos/assistentes sociais nas escolas permitirá que estes possam ir mais vezes às salas conversar com os alunos pois, frequentemente, quer as vítimas quer os agressores ficam completamente descontrolados. Nas juntas de freguesias, o aumento do número destes profissionais possibilitará o auxílio a todos os envolvidos em violência doméstica. 2. As instituições, por norma, são associadas a internamento por maus comportamentos e os filhos das vítimas precisam de um lugar acolhedor e não de um ambiente hostil. Uma família só pode ser substituída por outra família. 3.Não há muita consciencialização da sociedade em relação aos casos de abuso e violência no namoro, pois há poucos estudos que se foquem nessa realidade. É importante alertar para este problema para que os principais educadores estejam mais despertos para esta situação.

Medida proposta 1.:

Aumentar o número de psicólogos/assistentes sociais nas escolas e juntas de freguesia para apoiar filhos e familiares de vitimas de violência doméstica.

Medida proposta 2.:

Os filhos das vítimas mortais, da violência doméstica devem ser recebidos por uma família de acolhimento em detrimento da instituição.

Medida proposta 3.:

Promover ações de sensibilização para pais e educadores sobre violência no namoro.