Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

EB2,3/S do Nordeste

Exposição de motivos

Numa sociedade onde ainda há demasiados casos de violência doméstica, achamos prioritário começar pela raiz. Deve-se continuar a dar a conhecer aos alunos o que é um ato de violência, principalmente violência emocional e ensinar a gerir esses problemas, mas também ensinar os alunos a lidar com as suas emoções e enriquecer a sua inteligência emocional. Também achamos que devem ser criadas mais infraestruturas e condições que permitam a prevenção e o cuidado de vítimas, daí ser muito importante haver intervenção de várias valências públicas no que toca a estes problemas. Uma boa comunicação e esforço destes órgãos poderão ser uma mais valia para o combate à violência doméstica e no namoro. Mas não basta apenas haver esta intervenção comunitária, há que haver profissionais especializados presentes, que entendam e consigam compreender melhor os problemas das pessoas, já que as pessoas recorrem muitas vezes ao silencia por não terem em quem possam confiar.

Medida proposta 1.:

Sensibilizar e ensinar os alunos a reconhecer situações abusivas e dar-lhes competências para gerir essas situações.

Medida proposta 2.:

Criar parcerias entre os municípios, polícia, serviços sociais e outras entidades que possibilitem dar apoio a vítimas e prevenir futuros abusos.

Medida proposta 3.:

Investir na contratação de assistentes sociais especializados em casos de violência doméstica para estarem nas esquadras da polícia e/ou hospitais.