Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Básica e Secundária Santos Simões, Guimarães

Exposição de motivos

Em Portugal, no ano de 2019, registaram-se 35 mortes em contexto de violência doméstica, um número bastante superior ao do ano de 2018 e extremamente preocupante. Também é um facto de que a violência no namoro é um problema social relevante, ao qual não se tem dado suficiente atenção. Compete aos jovens a sensibilização, consciencialização e informação para no futuro evitar essa situação. É urgente mobilizar os jovens para a erradicação deste flagelo da sociedade. Compete a eles, mais do que a ninguém, influenciar e transformar atitudes e comportamentos de outros jovens. Desse modo, propomos três medidas práticas que pretendem combater e eliminar este grave problema da nossa sociedade.

Medida proposta 1.:

Disponibilizar nas escolas informação, em articulação com o Serviço de Psicologia e o Gabinete de Apoio ao Aluno, nomeadamente no ensinamento de competências de comunicação e negociação para prevenir a violência doméstica e no namoro.

Medida proposta 2.:

Criação de um plano de intervenção por turma, no qual serão aplicados questionários sobre o tema para aferir as necessidades específicas dos alunos.

Medida proposta 3.:

Solicitar apoio por parte dos centros de saúde através de palestras nas escolas sobre o tema.