Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Básica Fialho de Almeida, Cuba

Exposição de motivos

Os restaurantes MacDonald são diariamente frequentados por um elevado número de pessoas, muito diferentes no que diz respeito à faixa etária, sexo, cultura, nacionalidade, com tradições, profissões, costumes e hábitos muito diferenciados, pelo que uma mensagem transmitida nestes restaurantes, que se encontram distribuídos por todo o país, irá incidir sobre uma percentagem bastante significativa da população. Para além disso, estes restaurantes são frequentados principalmente por crianças e jovens, os quais devem ser sensibilizados para a problemática da Violência doméstica e no namoro e preparados para agir eficazmente em proveito próprio ou em auxílio de outros, uma vez que a violência no namoro tem vindo a aumentar e porque eles são o futuro da sociedade. Desta forma, atuando preventivamente junto da população mais jovem, poderemos introduzir mudanças que no futuro levem à adoção de comportamentos mais assertivos nos relacionamentos do meio familiar. Nos casos de violência doméstica e no namoro, o acompanhamento psicológico e/ou psiquiátrico das vítimas é fundamental, uma vez que é necessário ajudá-las a ultrapassar a experiência traumática que viveram. No entanto, temos de perceber que na origem dos comportamentos agressivos e desajustados dos agressores poderão estar perturbações que eles sozinhos não conseguem resolver, por isso é indispensável atuar no sentido de os ajudar a pôr termo à violência. A maioria dos agressores considera não necessitar de apoio psicológico e/ou psiquiátrico, muitas vezes recusam o mesmo e alguns nem devem saber onde se dirigir, nem que existem gabinetes de apoio. Desta forma, é urgente introduzir melhorias ao nível do programa de acompanhamento psicológico/psiquiátrico, pois para se diminuir a violência doméstica não basta intervir no apoio à vítima, tem de se atuar também junto dos agressores, porque se isso não acontecer eles arranjam outra vítima e assim a violência não termina. Ou seja, para além do apoio às vítimas é imprescindível atuar eficazmente junto do agressor, pois se conseguirmos diminuir o número de agressores iremos certamente diminuir o número de vítimas. No sentido de garantir a protecção adequada às vítimas de violência doméstica, existem em Portugal casas de abrigo, as quais são locais seguros para vítimas de violência doméstica. Apesar do número de casas de acolhimento para vítimas de violência doméstica ter vindo a aumentar, este é ainda reduzido, e no que diz respeito ao número de casas de acolhimento para vítimas do sexo masculino o caso ainda é mais grave, existindo apenas uma casa abrigo para homens. A sensibilização para a problemática da violência doméstica tendo como vítima um homem é pertinente e urgente, assim como a criação de mais casas de acolhimento para vítimas do sexo masculino dando um sinal de evolução, de apoio e de compreensão da sociedade para esta situação, a qual existe, apesar de não ser tanto notificada e divulgada, devido à própria mentalidade da sociedade.

Medida proposta 1.:

Nos restaurantes da cadeia McDonald, na compra de qualquer Menu, oferecer uma caneta, da qual conste uma mensagem sensibilizadora para o problema da Violência doméstica e no namoro, o contacto telefónico e o endereço de email da linha de apoio à vítima.

Medida proposta 2.:

Aperfeiçoamento do programa de acompanhamento psicológico e/ou psiquiátrico em caso de violência doméstica, a ser desenvolvido junto das vítimas e dos agressores.

Medida proposta 3.:

Aumentar o número de casas de abrigo para acolhimento das vítimas de violência doméstica do sexo masculino.