Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Básica das Taipas, Caldas das Taipas, Guimarães

Exposição de motivos

- As campanhas de sensibilização pretende ser benéficas devido à ampla discussão do tema de violência doméstica entre vários indivíduos: psicólogos, vítimas, testemunhas, órgãos municipais, cidadãos jovens e adultos. Com estas campanhas, poderão formar-se novas formas de combate a este problema e com a perspetiva de uma vítima de uma situação de carácter violento na relação, poderão até mesmo medidas já existentes serem limadas de modo a tornar a situação o mais favorávelnpara os indivíduos envolvidos. Esta medida irá permitir que os cidadãos tenham uma voz sobre o assunto e que juntos através da abordagem e da sensibilização consigam tentar diminuir o problema que é a violência doméstica. - A criação de uma secção específica na polícia e tribunais para um melhor escoamento e processamento destes casos, fazendo com que as vítimas, que muitas vezes realizam as suas queixas e que demoram meses até que algo seja efetuado, possam ter uma vida mais tranquila. - As ações de formação pretende proporcionar a funcionários que lidam diariamente com outras pessoas, conhecimento para detetar situações de carácter violento numa relação e que saibam proceder consoante a sua gravidade. É extremamente importante instruir estes funcionários, pois são estes com maior poder de observação e de contacto pessoal, e devem ter informação e instrução de como proceder perante um caso de violência em uma relação.

Medida proposta 1.:

- Campanhas de sensibilização através da dramatização, de testemunhos e de palestras para mudanças de mentalidades.

Medida proposta 2.:

- Criação de uma secção específica da polícia e dos tribunais, a nível nacional, para os casos de violência doméstica e no namoro.

Medida proposta 3.:

- Ações de formação para funcionários de instituições com contacto direto com pessoas, incluindo as escolas.