Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2019/2020

Escola

Escola Básica D. Maria II, Gavião, Vila Nova de Famalicão

Exposição de motivos

Considerando que nos últimos tempos temos assistido a um aumento do número de casos de violência doméstica e no namoro e que este assunto constitui um problema grave na sociedade portuguesa, a escola pode e deve ser o melhor lugar para alertar e sensibilizar os jovens para esta temática. Assistimos, imensas vezes na Escola a situações de violência diversa que nos preocupa, uma vez que os intervenientes podem ser mais tarde, possíveis agressores ou, então, são alunos que já presenciaram cenas de violência nas suas famílias.

Medida proposta 1.:

Projetos Educativos que promovam um ambiente educativo baseado no respeito pelos outros, pela tolerância e pela igualdade de género.

Medida proposta 2.:

Criar na escola dinâmicas de ação que inibam situações de violência tendo para tal a ajuda dos professores e assistentes operacionais, passando pela instalação de um gabinete de apoio à vítima, cujo serviço prestado será feito em cooperação com as entidades especializadas, em especial a CPCJ.

Medida proposta 3.:

Sensibilizar os alunos através de notícias publicadas na página do nosso agrupamento, da elaboração de cartazes e desdobráveis ilustrativos apelando à não-violência e, desta forma, mudar as mentalidades.