Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Secundária de Oliveira do Bairro

Exposição de motivos

1. Os incêndios florestais que têm atingido fortemente Portugal nos últimos anos, são causados, maioritariamente, por mão criminosa. Com a reabertura do funcionamento das plataformas de vigilância florestal e, consequentemente, o retorno dos guardas florestais às funções de vigilância, acreditamos que o número de incêndios reduziria significativamente. 2. É um facto que existem nas indústrias portuguesas sistemas de controlo de emissão de gases poluentes. No entanto, com o decorrer do tempo, o seu funcionamento não é controlado e, assim, estes sistemas tornam-se inúteis. Defendemos que a criação de uma medida que incida na fiscalização do governo perante estes mesmos sistemas, consiga evitar desperdícios (porque é obvia a existência de desperdício com o não funcionamento desses sistemas), e dê utilidade a um mecanismo que, de facto, existe, e que contribui para a diminuição do aquecimento global. 3. A implementação desta medida diminuiria, significativamente, a deflagração de incêndios. Seria, também, proveitosa para as centrais de biomassa que, deste modo, obteriam matéria-prima de uma forma economicamente acessível.

Medida proposta 1.:

Retomar as plataformas de vigilância florestal.

Medida proposta 2.:

Delegar numa entidade estatal a fiscalização de sistemas de controlo de emissão de gases poluentes na indústria.

Medida proposta 3.:

Aplicação de uma lei que estabeleça a utilização de detritos florestais por centrais de biomassa.