Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Agrupamento de Escolas de Tábua

Exposição de motivos

É do conhecimento de todos que o aquecimento global é algo real e que veio para ficar, isto se não tomarmos medidas, não só para atenuar, como para nos adaptarmos a esta realidade. Esta mudança terá de começar com gestos mais simples para que, assim, seja possível existir algum tipo de evolução. Quando nos referimos a gestos simples, achamos que é necessário começar, segundo a nossa primeira medida, por incentivar as empresas/indústrias do nosso país a terem comportamentos favoráveis ao ambiente, uma vez que achamos importante permitir que as mesmas tenham facilidade na obtenção de energias renováveis a preços mais baixos, não só para as que já funcionem de forma sustentável, mas também para proporcionar condições às empresas/indústrias com realidades opostas para que possam efetuar esta mudança. Deste modo a utilização de energias renováveis é incentivada e, consequentemente, mais praticada. De forma a facilitar a introdução de energias renováveis na vida das empresas/indústrias portuguesas, propomos na nossa segunda medida, a conciliação de energias renováveis e combustíveis fósseis com o objetivo de alcançar uma meta de 80% de energias renováveis em utilização. Também no âmbito do aumento do consumo e o acesso a energias renováveis, visa-se impulsionar a instalação de painéis fotovoltaicos por todo o país, reaproveitando os telhados de edifícios para o aproveitamento do Sol, disponível em 70% do ano, equivalente a 3200 horas, a fim de produzir energia para consumo privado e para consumo de toda uma rede associada devidamente controlada.

Medida proposta 1.:

Permitir que empresas e indústrias praticantes da sua atividade de modo sustentável tenham acesso facilitado, bem como preços mais acessíveis às energias renováveis.

Medida proposta 2.:

Promoção da conciliação entre energias renováveis e combustíveis fósseis, com o objetivo de atingir uma meta percentual de 80% na produção de energia com origem em FER até 2030.

Medida proposta 3.:

Distribuição de painéis fotovoltaicos, suficientes para alimentar pequenas áreas ao longo do país.