Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Colégio da Trofa

Exposição de motivos

O Parlamento dos Jovens Portugal é um projeto que promove, não apenas, o espírito democrático dos jovens, mas permite, igualmente, a consciencialização sobre os problemas pelos quais o planeta está a passar. Assim, quando nos referimos às alterações climáticas e às suas consequências sobre os recursos do planeta, estamos a pensar nas alterações que derivam da ação humana, isto é, alterações climáticas de origem antropogénica. O aquecimento global é o processo de aumento da temperatura média global da atmosfera e dos oceanos. A acumulação de altas concentrações de gases de efeito de estufa na atmosfera dificulta a saída da energia, sob a forma de calor, emitida pela superfície terrestre aumentando a temperatura da Terra. Nas últimas décadas, a emissão de gases poluentes, decorrente da atividade humana aumentou a concentração desses gases na atmosfera dificultando a dispersão de radiação infravermelha e provocou maior retenção de calor. É justamente essa retenção de calor que provoca o aumento da temperatura na Terra, o chamado aquecimento global. Esta mudança ambiental é, atualmente, a maior ameaça ao bem-estar da população mundial e ao equilíbrio da natureza. As alterações climáticas e a intensificação do aquecimento global provocam uma série de alterações no nosso planeta. Como por exemplo o derretimento de grandes massas de gelo das regiões polares, provocando o aumento do nível médio das águas do mar que contribuirá, no futuro, para a submersão das zonas costeiras, forçando a migração de pessoas. Bem como o aumento de catástrofes naturais, como inundações, tempestades e furacões, fazendo com que haja maior frequência na ocorrência de fenómenos meteorológicos extremos, como as secas ou as vagas de calor, entre outros. Como tal, para tentar ter uma influência positiva no futuro, os alunos do Colégio da Trofa dedicaram-se a este projeto do Parlamento de Jovens de corpo e alma e elegeram as três propostas que serão agora apresentadas.

Medida proposta 1.:

Produção de manuais escolares apenas com papel reciclado. Para obviar a um possível aumento dos custos dos manuais escolares, pensámos então numa solução, que consiste na criação de uma empresa de recolha de manuais que já não são utilizados ou antigos com o propósito de proporcionar descontos às pessoas que doassem manuais a que já não dão uso para este projeto.

Medida proposta 2.:

Fim da dupla embalagem. Um terço do lixo doméstico é composto por embalagens e cerca de 80% destas embalagens são descartaras após usadas apenas uma vez! Normalmente, o tempo de decomposição destas já é elevado e, portanto, se a embalagem for dupla, pela lógica irá duplicar o tempo de decomposição, bem como a utilização de recursos.

Medida proposta 3.:

Criação de uma quota mínima de reciclagem a nível mundial, com vista a que os municípios que atingissem essa mesma quota e dessa forma seriam beneficiados, nomeadamente, no acesso a determinados fundos europeus na área ambiental. Assim criar-se-iam municípios mais ecológicos e sustentáveis.