Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Secundária de Póvoa de Lanhoso

Exposição de motivos

Há um relativo consenso sobre o impacto das atividades humanas no aquecimento global do planeta e o nível de certeza científica sobre o assunto tem vindo a aumentar. Apesar de alguns políticos, governantes e até cientistas subestimarem o contributo da ação antrópica para este fenómeno, a esmagadora maioria da população mundial admite que é imperativo diminuir as emissões de gases de efeito de estufa e encontrar soluções para reverter a subida de temperatura do sistema Terra-Atmosfera. Inclusivamente, há demasiadas evidências à escala mundial das consequências desta alteração climática. Neste contexto, é de suma importância e urgência, incidir o debate e a reflexão sobre esta temática a várias escalas de análise, nomeadamente ao nível das escolas, onde se concentram os futuros decisores do rumo do planeta. Na Escola Secundária da Povoa de Lanhoso este tema foi encarado com muita seriedade e de modo a que os alunos se envolvessem na discussão,conscientes dos reais problemas que o aquecimento global causa ao planeta, foram dinamizada duas sessões de esclarecimento,no dia 07 de dezembro com a presença de cerca de 180 alunos, orientadas pela dr. Isabel Loureiro, docente da Universidade do Minho e coordenadora de Estrutura de Missão da Candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia 2020 e coordenadora da nova Estrutura de Missão Guimarães 2030, uma plataforma de discussão e reflexão sobre os grandes temas do desenvolvimento sustentável: como Alterac¸o~es Clima´ticas e Energia; Natureza, Paisagem e Biodiversidade; Resi´duos e Eco-Inovac¸a~o; Ar e Acu´stica; Mobilidade Sustenta´vel e Planeamento; A´gua; Ecocidadania, Ecocultura e Turismo Sustenta´vel; Educac¸a~o, Desenvolvimento Social e Bem-estar, Ambiente Urbano e Smart City; Comunicac¸a~o; Relac¸o~es Internacionais. No dia 14 de Janeiro decorreu a Sessão coma deputada Carla Cruz, sobre o Parlamento de Jovens, os Orgãos de Poder Central e o tema em discussão este ano para o ensino secundário. Os alunos mostraram-se muito interventivos e colocaram inúmeras questões, estiveram presentes na sessão cerca de 100 alunos. No próximo ano os alunos consideram ser interessante a discussão da temática da "Descentralização - vantagens e desvantagens".

Medida proposta 1.:

Reduzir o consumo de papel na escola e apostar nas plataformas digitais para a prática pedagógica (através da utilização dos ebooks, realização de testes no moodle ou outras plataformas semelhantes e de fichas de trabalho recorrendo ao Kahoot)e inserir no orçamento escolar uma verba para aquisição de papel reciclado, uma vez que é reconhecida por todos a importância das florestas na captação do CO2 atmosférico.

Medida proposta 2.:

Promover a reciclagem no concelho, através da aplicação de um sistema de pontos que se transformariam em descontos em diferentes infraestruturas de cultura, lazer, restauração, comércio, promovendo a aquisição de produtos da região por exemplo no mercado local, tudo isto sustentado num conjunto de parcerias entre as entidades locais e a(s) empresa(s) de reciclagem.

Medida proposta 3.:

Implementar campanhas de sensibilização da comunidade escolar para a importância da redução do consumo de carne (nomeadamente carne vermelha) devido ao impacto que a sua produção tem na emissão de GEE, com base na introdução de uma refeição equilibrada e completa na ementa escolar sem recorrer à carne e promovendo workshops e palestras com nutricionistas e outros especialistas sobre este tema.