Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Profissional Cândido Guerreiro - CIPRL

Exposição de motivos

O presente projeto apresenta 3 áreas de atuação que podem a curto e médio prazo influenciar as políticas sobre o ambiente e desta forma contribuir para amenizar os impactos da poluição. Todos nós, sem excepção, estamos a ser afectados por esta questão: cidadãos comuns, empresas, governos, economias e, mais importante de todos, a natureza. Mudanças climáticas sempre foram registadas ao longo dos milhares de anos que o planeta Terra tem. O problema prende-se com o facto de, no último século, o ritmo entre estas variações climáticas ter sofrido uma forte aceleração e a tendência é que tome proporções ainda mais caóticas se não forem tomadas medidas. A ocorrência de ondas de calor e secas são fenómenos cada vez mais frequentes, e as consequentes perdas agrícolas representam uma ameaça real para as economias mundiais. No cerne destas mudanças estão os chamados gases de efeito estufa, cujas emissões têm sofrido um aumento acentuado. O CO2 (dióxido de carbono) é o principal gás negativo desses designados de efeito estufa, e são consequência directa do uso/queima de combustíveis fósseis como o carbono, o petróleo e o gás com fins de produção energética. Neste sentido, surgem as medidas: 1ª- Ajuda financeira,por parte do governo na substituição dos equipamentos electrónicos mais antigos (que emitem cfc`s). Os CFC’s estão ainda presentes nos equipamentos mais antigos pelo que a sua não remoção/tratamento faz com que sejam libertados para a atmosfera, com consequências graves na destruição da Camada de Ozono.A inexistência de campanhas de sensibilização adequadas e à falta de fiscalização por parte das autarquias, Portugal continua a emitir para a atmosfera cerca de 475 toneladas de CFC’s, mantendo ainda um péssimo desempenho na protecção da Camada de Ozono. 2ª - Taxar na utilização de certos materiais para venda e atribuição de valor na devolução depois da sua utilização. Devia de existir uma taxa para as empresas poluentes e que numa prazo razoável, apresentassem propostas para diminuir os índices de poluição. Os consumidores por sua vez, podiam receber um incentivo financeiro para reciclarem os materiais, à semelhança da tara praticada nas garrafas de cerveja e mais pólos de recepção de materiais. 3ª Aumento das áreas verdes nas cidades e criação de mais espaços verdes protegidos fora dos espaços urbanos. Somos da opinião de dever ser obrigatório a construção de espaços verdes dentro da cidade/vilas, bem como o estado podia ser responsável pela reflorestação de algumas áreas ardidas, em virtude de que os cidadão não tem poder económico para o fazer.

Medida proposta 1.:

Ajuda por parte do governo na substituição dos equipamentos electrónicos mais antigos (que emitem cfc`s).

Medida proposta 2.:

Taxar na utilização de certos materiais para venda e atribuição de valor na devolução depois da sua utilização

Medida proposta 3.:

Aumento das áreas verdes nas cidades e criação de mais espaços verdes protegidos fora dos espaços urbanos.