Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Secundária José Saramago, Mafra

Exposição de motivos

1- A Escola realizou um debate entre as listas e irá realizar um debate com o deputado da Assembleia da Republica e outro com um elemento da Zero,subordinado ao tema em questão; Exposição de motivos O aquecimento global é, indubitavelmente, um dos problemas mais preocupantes da atualidade e um dos que mais ameaça o nosso futuro. Nos últimos anos temos assistido a verões e invernos recordistas e a fenómenos naturais fora do normal. Esses eventos são apenas uma amostra do que poderá vir a ocorrer no futuro, no caso de não se tomar qualquer ação para reduzir o impacto negativo da ação humana no planeta. Ainda que alguns o neguem, parece evidente que as alterações climáticas se devem, maioritariamente, à emissão de gases de efeito de estufa (GEE) para a atmosfera. Estes gases são essenciais à manutenção da vida na Terra, já que mantêm o calor no planeta, impedindo-o de escapar para o espaço. Contudo, em quantidades excessivas, podem acarretar consequências nefastas. Assim, devemos tomar as medidas possíveis para limitar a emissão de GEE. Portugal já sofre bastante com o aquecimento global. Alguns eventos recentes comprovam-no: secas extremas, temperaturas elevadíssimas, erosão costeira (dado que o aquecimento global leva ao aumento do nível médio das águas do mar, devido ao derretimento das calotes polares) e até a tempestade Leslie (um fenómeno inédito no nosso território, pelo menos segundo os registos). Com a intensificação dos efeitos das alterações climáticas, Portugal poderá mesmo vir a ser um país árido, com escassez de água potável e alimentos, e sofrer os efeitos de catástrofes ainda mais intensas que o Leslie. Assim, Portugal deve tomar medidas para evitar que tal aconteça, já que é um dos países que mais tem a perder com o aumento da temperatura média global.

Medida proposta 1.:

Melhorar o nível de conhecimento sobre as alterações climáticas: Várias pessoas não têm consciência das alterações climáticas e das suas implicações para o nosso futuro. É urgente informar a população acerca dos seus comportamentos realizando sessões de esclarecimento e sensibilização para atitudes mais benéficas ao ambiente e reforçar a temática das alterações climáticas no programa letivo de várias disciplinas.

Medida proposta 2.:

Diminuição do uso de plástico e proibição de alguns tipos de descartáveis, visto que produção de plástico liberta grandes quantidades de GEE para a atmosfera. As garrafas de plástico, são completamente dispensáveis, podendo ser substituídas por garrafas de vidro. Há ainda muitos outros descartáveis de plástico que poderiam ser substituídos por outros materiais. Deve-se identificar os descartáveis dispensáveis, proibindo-os.

Medida proposta 3.:

Implantação de Smog Free Towers especialmente nas cidades onde o nível de poluição atmosférica é mais elevado. Esta torre de 7 m, é capaz de purificar 30.000 m3 de ar por hora, sendo colocada em espaços públicos (como parques). Já foi implementada em cidades nos Países Baixos, na Polónia e na China. Esta medida seria bastante benéfica: para além de reduzir o impacto da emissão GEE, melhoraria a qualidade do ar e providenciaria, até, um aspeto mais moderno às nossas cidades