Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Profissional de Cuba

Exposição de motivos

O equilíbrio natural do planeta Terra tem sofrido ameaças reais que importa considerar e analisar em prol das futuras gerações. As realidades como, sobre-exploração de recursos naturais, queima de combustível fóssil, desflorestação, poluição dos recursos água e atmosfera, consequentes perda de biodiversidade e de solo entre outras, levam a uma rutura dos equilíbrios naturais, pelo que se impõe inadiavelmente uma mudança de paradigma na Sociedade Humana. As alterações climáticas constituem uma preocupação recorrente no que diz respeito ao Meio Ambiente. Atualmente não podemos deixar de considerar o forte contributo do Homem para os indícios alarmantes de uma nova era, precoce, de perturbações ao nível do clima e consequentes danos para a Vida na Terra. Limitar o aumento do aquecimento global a 1,5 graus Celsius em relação aos valores pré-industriais é possível, mas exige mudanças "rápidas e sem precedentes" na sociedade, avisa o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas. Os especialistas dizem que ainda há tempo para reduzir o aquecimento global, tendo como base a aplicação de políticas governamentais, mas também a ação dos cidadãos. Para atingir esta meta é preciso avançar com medidas para reeducar a Sociedade para a forma como age no planeta. Com a nossa ideia assente nos pressupostos acima descritos, consideramos que as nossas propostas devem incidir principalmente na informação e sensibilização da população mundial e no incentivo/ obrigatoriedade nas novas atitudes de forma a obrigar todos os cidadãos a criar novos hábitos e regras para proteger o Planeta. Michael Pollan, o escritor e ativista, mencionou “Olho para isso como uma oportunidade e não como uma maldição”. É uma questão de pontos de vista. As alterações climáticas são uma consequência, e qualquer sistema que não perceba que uma ação tem retorno vai falhar e morrer. Aqui ainda temos retorno, e esse retorno é uma possibilidade de um caminho para um mundo muito melhor do que aquele em que vivemos agora. É um caminho para um futuro melhor: mais limpo, mais saudável, com mais empregos, mais segurança e mais vida no Planeta. O que as alterações climáticas nos estão a oferecer é, na verdade, uma nova forma de nos vermos, de olharmos as relações que temos uns com os outros e com todos os seres vivos do Planeta. E isto pode ser extraordinário no que respeita a imaginação, inovação, criatividade e de verdadeiros avanços no pensamento humano. Há mudanças de estilo de vida pessoal que uma pessoa pode promover e que podem ajudar a reduzir o seu impacto de carbono.Abandonar os combustíveis fósseis, o primeiro desafio é eliminar a queima de carvão, petróleo e, finalmente, de gás natural. A substituição de combustíveis fósseis poderá ser o maior desafio do século XXI. A nível dos Transportes "Temos de pensar que o mais importante é recorrer ao transporte público, mas para isso é necessário melhorar as redes de transporte rodoviário e ferroviário.

Medida proposta 1.:

Sensibilizar para as alterações climáticas, como uma janela de oportunidades para um novo caminho e para um futuro melhor. Criar/reforçar acordos Internacionais, metas, objetivos e legislação de forma a obrigar todos os cidadãos a criar novos hábitos e regras para proteger o Planeta.

Medida proposta 2.:

Legislar para o incentivo/obrigação da prática de um Desenvolvimento Sustentável, através da diminuição do uso de combustíveis fosseis e no reforço de novas fontes de energia limpas.

Medida proposta 3.:

Alterar a forma de mobilidade dos cidadãos, baseada em transportes públicos e conceber uma rede rodoviária e ferroviária mais eficiente e eficaz