Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Secundária João de Deus, Faro

Exposição de motivos

A assembleia da Escola Secundária João de Deus analisou e debateu a temática proposta pelo Parlamento dos Jovens, “ As alterações climáticas e o aquecimento global”, e considerou que as alterações climáticas são uma preocupação para todos, para os cientistas, para os políticos, para a comunicação social e também para os jovens. Em 2015 realizou-se uma reunião em Paris, e depois de muitas horas de trabalhos chegou-se a um resultado, o chamado Acordo de Paris que mais não é do que um Tratado Internacional aprovado por 195 países. Estes 195 países comprometeram-se a apresentar planos nacionais com o objetivo de reduzir a emissão de gases com efeito de estufa, e consequentemente a temperatura do planeta. O objetivo foi quantificado: 2 graus. 2 graus mais. 2 graus mais do que a temperatura que o planeta tinha na era pré industrial. O objetivo de 2ºC relativamente à era pré-industrial impõe a todos os países uma redução drástica das emissões de gases com efeito de estufa. O Acordo de Paris é dirigido a todos nós. Obriga-nos a mudar comportamento e obriga os governantes a adotarem medidas eficazes, nomeadamente ao nível da poupança de energia, do investimento em energias renováveis e do reflorestamento. Os programas e os projetos desenvolvidos nas escolas devem incluir, ou reforçar, o tema das alterações climáticas e a oportunidade de realizar debates acerca deste assunto.

Medida proposta 1.:

Implementar uma política de descarbonização através de duas estratégias: 1º - a instalação do sistema CCS (carbon capture storage) em unidades fabris (após a captura é possível transformar o gás CO2 num combustível líquido, facilitando o seu armazenamento e transporte, e minimizando o impacto da utilização dos combustíveis fósseis); 2º - a realização de um levantamento dos edifícios que permitam a adoção de sistemas de energia solar, com base em critérios a definir.

Medida proposta 2.:

Enfatizar o módulo de educação ambiental, da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, através da elaboração de um projeto-escola a ser entregue às autarquias no final de cada ano letivo com o intuito da sua execução. Estes projetos consistiriam em propostas de melhoramento do funcionamento das cidades, de forma ecológica e sustentável, permitindo assim a participação dos jovens na gestão dos recursos das suas cidades, de uma forma informada, periódica e atualizada.

Medida proposta 3.:

Promover a descarbonização dos meios de transporte com base numa maior divulgação, e consequente sensibilização para os efeitos nefastos da libertação na atmosfera dos gases emitidos; e ainda na criação e/ou finalização de ciclovias, preferencialmente perto de escolas e universidades.