Parlamento dos Jovens - Secundário


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Secundária Alberto Sampaio, Braga

Exposição de motivos

1. Realizado debate de esclarecimento aos alunos, na Escola, no dia 16 de janeiro de 2019, onde estiveram presentes cerca de 100 alunos. Debate, com o deputado do Bloco de Esquerda à Assembleia da República, Pedro Soares, no dia 21 de janeiro, onde estiveram presentes cerca de 60 alunos. EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS (Considerações ou argumentos que justificam ou enquadram as medidas propostas): Segundo o relatório de 2018 do Painel Intergovernamental sobre mudanças climáticas, é necessário que até 2050 as energias renováveis forneçam de 70 a 85 % da energia mundial. Para contribuir para a consecução deste obetivo, propomos as seguintes medidas: 1. Recuperação do gás metano em aterros sanitários, seguida da reflorestação dessas zonas. Esta medida está associada à diminuição do IVA no papel reciclado (neste momento, 2019, é 13%), o que iria levar a uma maior utilização deste e, consequentemente, diminuição do lixo reciclável, presente nos aterros. 2. Maximização das energias renováveis, principalmente as energias solar e eólica. Apesar de Portugal ser um país de clima moderadamente temperado com bastante exposição solar, o aproveitamento da energia solar, por exemplo, tem valores inferiores a 5%, o que significa que há ainda uma grande margem para a potencialização destas energias. 3. Realização de projetos de consciencialização, nomeadamente incidindo sobre alunos do ensino básico, de forma a alertar sobre o meio ambiente, sendo uma maneira de alertar as gerações futuras. Esta medida está associada à aplicação de benefícios fiscais e subsídios a empresas que adotem políticas “amigas do ambiente”.

Medida proposta 1.:

Recuperação do gás metano em aterros sanitários, seguida da reflorestação dessas zonas.

Medida proposta 2.:

Maximização das energias renováveis, principalmente as energias solar e eólica.

Medida proposta 3.:

Realização de projetos de consciencialização, nomeadamente incidindo sobre alunos do ensino básico, de forma a alertar sobre o meio ambiente, sendo uma maneira de alertar as gerações futuras.