Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica D. Pedro I, Canidelo, Vila Nova de Gaia

Exposição de motivos

1) É urgente abolir o plástico da sociedade, começando pela redução gradual da produção/consumo em todos os setores de atividade; diminuindo assim a pegada ecológica individual e colectiva. Tal medida poderá passar por: -Reduzir a produção de produtos em plástico que já tenham uma alternativa noutro material, sustentando investigações (I&D) que desenvolvam um novo composto ou material biodegradável para substituir as polivalências do plástico que ainda não tenham uma alternativa; -Proibir a utilização de utensílios de plástico em espaços de restauração (talheres, copos, chávenas, pratos); e substituir gradualmente estes utensílios por metal, cerâmica ou vidro; -Incentivar o uso de garrafas reutilizáveis, que gradualmente deveriam substituir as garrafas de plástico, e generalizar os reservatórios de água tratada para consumo público; -Desenvolver mecanismos de embalagem dos produtos que não se baseiem no plástico, promovam essencialmente a segurança. 2) Perante a fragilidade sentida atualmente no sistema Homem-Terra, apresenta-se vital encarar a Educação Ambiental de modo mais sério, estruturado e generalizado. Seria decisivo, criar uma disciplina obrigatória sobre a educação ambiental (RRR - Reduzir, Reutilizar, Reciclar), durante um tempo letivo semanal, destinada a todos os alunos (creche até secundário). O programa da disciplina poderia contemplar: -A promoção de ações de sensibilização sobre o tema da reciclagem, promovendo debates, exposições, teatro, limpeza de praias, etc; destinados a todos os elementos da comunidade escolar; -A implementação de dinâmicas de escola que fomentassem a reciclagem interna, tal como, a realização de um concurso para incentivar os alunos a levar ou recolher plástico na escola, separando-o e acondicionando-o devidamente no ecoponto correto, desincentivando o mau uso do contentor destinado a resíduos orgânicos; o grupo-turma que levasse mais quantidade ganharia um prémio no fim de cada período; -Todo o plástico recolhido pelos alunos seria reciclado a nível de escola e a verba obtida reverteria para a aquisição de materiais necessários aos alunos. 3) Identificado um dos principais problemas que mais tem contribuído para o desequilíbrio do meio ambiente, torna-se necessário tentar minimizar os prejuízos já instalados, de modo a reverter o cenário catastrófico que se avizinha. Afigura-se pertinente que esse trabalho de recuperação pudesse ser realizado das seguintes formas: -Remover o plástico dos oceanos colocando reclusos com condenações ligeiras a limpar as praias. Substituição das penas de prisão inferiores a três meses por trabalho de caráter comunitário em prol da recuperação do bem-estar ambiental. -Promover a criação de mais ONG’s de índole ambiental e/ou projetos locais que desenvolvam ações de limpeza dos oceanos, patrulhas de controlo ecológico…; -Facilitar o trabalho das organizações já implementadas, concedendo-lhes uma maior fatia do orçamento de estado.

Medida proposta 1.:

1 - REDUZIR A PRODUÇÃO E O CONSUMO DE MATERIAIS DE PLÁSTICO (REDUZIR GRADUALMENTE O PLÁSTICO DE TODOS OS SETORES DE ATIVIDADE).

Medida proposta 2.:

2 - CRIAR NOVA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL (FOMENTAR COMPORTAMENTOS ECO-SUSTENTÁVEIS).

Medida proposta 3.:

3 - REMOVER OS PLÁSTICOS DO MEIO AMBIENTE (DIMINUIR OS PREJUÍZOS AMBIENTAIS JÁ INSTALADOS).