Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica e Secundária de Fornos de Algodres

Exposição de motivos

Com a implementação das nossas medidas pretendemos mostrar que as mudanças são possíveis e que se forem implementadas teremos oceanos mais limpos, sustentáveis e suporte de ecossistemas de grande biodiversidade. É importante que o poder político faça o seu trabalho, legislando no sentido da sua proteção. Para isso há medidas urgentes a implementar, seja agravando os impostos dos produtos nocivos para o ambiente, nomeadamente os produtos com microplásticos, seja através de um maior investimento na investigação e na ligação das universidades e centros de investigação na procura de uma solução tecnológica mais limpa e amiga do ambiente que possa substituir os produtos descartáveis. Perante a dificuldade da proibição total da venda dos produtos plásticos, a tutela pode incentivar, a curto prazo, a promoção de uma nova política dos três Rs: redução, reutilização e reciclagem. É importante esta informação possa chegar a todos os cidadãos, envolvendo as associações locais, as autarquias e todas as forças vivas das regiões. Há que alargar os pontos de reciclagem, tornado mais abrangente o território nacional de forma a combater os resíduos espalhados no ambiente. Há que promover uma política de voluntariado na limpeza do meio, fundamentalmente nos cursos de água e nas praias. Para que tudo isto seja possível é necessário “educar” os cidadãos e fazer-lhes perceber que este é um importante ato de cidadania. Com a mudança constante no nosso planeta, materiais comuns que usamos diariamente, podem tornar-se uma arma mortífera de um dia para o outro. A verdade é que, vivendo nós numa época de tanta informação, a maior parte das pessoas ainda não sabe por onde começar a reciclar e quando se fala de realizar mudanças com objetivo de “salvar” o nosso planeta apenas pensam no imediato; como ainda há recursos para si, pouco importa o que irá acontecer às populações vindouras. Propomos, por isso, que o governo faculte o máximo de informação às empresas/população em geral para que possam tomar decisões ambientais mais conscientes.

Medida proposta 1.:

1. Proibição de venda de produtos que contenham microplásticos (como por exemplo, os microbeads).

Medida proposta 2.:

2. Ciência viva em meio aquático.

Medida proposta 3.:

Impedir a utilização de todos os plásticos descartáveis em empresas públicas/governamentais, adotar a venda de produtos reutilizáveis e atribuir incentivos fiscais para empresas privadas que sigam o mesmo caminho. O governo deve criar um guia ambiental que complementarmente ajude as empresas a tomar decisões ambientais mais conscientes.