Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Secundária Eça de Queirós, Lisboa

Exposição de motivos

O Clima tem vindo a alterar-se ao longo das Eras geológicas mas 97% dos cientistas afirmam que foi a atividade humana nos últimos 100 anos é que contribuiu para a concentração dos GEE (gases efeito estufa). Na COP21, Acordo de Paris 2015, a meta definida para limitar o Aquecimento Global do Planeta foi de 1,5ºC até 2030, mas segundo as estatísticas, será difícil de alcançar, se não se agir globalmente. Na COP 24 2018 ficou decidido que as emissões de CO2 precisam de chegar a zero por volta de 2050 e que para ajudar a atingir este objetivo, o Banco Mundial vai disponibilizar 176 mil milhões de euros nos próximos cinco anos, para ações de substituição da economia com vista à diminuição da poluição. Evitar poluir mas também limpar a atual poluição dos Oceanos é o fardo que a sociedade deixou à nossa geração. As nossas propostas vão neste sentido, em que a ajuda financeira seja para investir na inovação e na produção de produtos que não poluam o Planeta, para se conseguir diminuir os níveis dos GEE mas que em simultâneo se façam estudos do possível futuro impacto ambiental. Devemos ser solidárias com a Greta Thenberg, sueca e da nossa idade, que se preocupa com o futuro do Planeta. Ela tem lutado manifestando-se à porta do parlamento sueco e conseguiu chamar a atenção dos media e ser ouvida na COP 24. Pediu a nossa ajuda e deixou esta mensagem aos atuais deputados da ONU: "O que fazemos ou não fazemos, agora, vai afetar a minha vida inteira e as vidas dos meus filhos e netos. Talvez eles questionem porque vocês não fizeram nada e por que é que os que sabiam e podiam falar, não

Medida proposta 1.:

Diminuir os GEE. Os smartphones e os carros elétricos são cruciais mas usam baterias de lítio que não duram o suficiente, deixam uma pegada ambiental, devido à extracção do lítio, à não reutilização e são um risco de segurança devido ao superaquecimento. Existem alternativas e a nossa proposta é dirigida à ONU e ao Banco Mundial para investir na investigação e na produção de baterias à base de FLÚOR que percorrem mais KM do que as de lítio, são mais seguras e a sua produção menos poluente.

Medida proposta 2.:

Diminuir o lixo nos Oceanos. O plástico é uma ameaça, para além de ter que deixar de ser produzido, à que recolher o acumulado nos Oceanos. A nossa proposta é dirigida à ONU e ao Banco Mundial para investirem no projeto, já existente, de produção de serpentes de recolha de lixo dos Oceanos. Estas seriam colocadas nos locais onde as correntes marítimas acumulam o lixo. Em simultâneo devem investir também na construção de cargueiros para a recolha e reciclagem do lixo e manutenção das serpentes.

Medida proposta 3.:

Diminuir o Plástico. A nossa proposta é dirigida ao Governo no sentido de este atuar a nível das empresas de produção do plástico e também ao nível do consumo. Limitar a produção anual de plástico até à sua extinção e penalizar as empresas que não cumpram. Dar benefícios fiscais às que cumpram e às empresas que produzam produtos substitutos do plástico. A nível do consumo para que as pessoas deixem de comprar, aumentar o IVA dos produtos de plástico e diminuir o IVA nos produtos substitutos.