Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

ES Manuel de Arriaga

Exposição de motivos

Antes do aparecimento do ser humano, a Terra encontrava-se livre de muitos dos problemas graves que existem na atualidade, como por exemplo, o aquecimento global, a poluição e o efeito de estufa. Acredita-se que a natureza, os oceanos e os seres vivos se relacionavam de maneira serena e equilibrada. Desta forma, o nosso planeta era um local mais seguro e agradável para todas as espécies que o habitavam. Após o aparecimento do Homem, tudo isto se foi alterando aos poucos, até que, hoje, assistimos a uma grande mudança e degradação das condições de vida da população. Deste modo, é necessário tomar uma atitude e é isso mesmo que pretendemos fazer, focando-nos no salvamento dos oceanos. Para atingir este objetivo, teríamos que diminuir os seus níveis de poluição e evitar o aumento do efeito de estufa, que tem, como principal consequência, o degelo dos glaciares. Apesar de, neste momento, este problema não ter grande visibilidade, os efeitos no futuro serão trágicos, esperando-se o aumento do nível das águas dos mares e a extinção de várias espécies marinhas. Posto isto, consideramos necessário investir em aparelhos não só de deteção, mas também de retenção de resíduos em pontos estratégicos nos nossos mares. Após uma intensa pesquisa realizada, recolhemos alguns exemplos de aparelhos semelhantes e inovadores, que considerámos interessantes. Em primeiro lugar, o Ocean Cleanup Array, criado por um jovem holandês. Este utiliza as correntes marinhas para ajudar na captura de plásticos nos oceanos. O Seabin, uma espécie de lixeira colocada no mar, é capaz de recolher os resíduos da superfície do oceano e, por fim, o Marine Drone, criado por um grupo de designers franceses. O equipamento funcionaria como uma rede de pesca guiada via satélite, sendo uma espécie de robô. Também se tomou conhecimento, recentemente, que um bilionário pretende usar parte da sua fortuna para construir um iate que recolherá dos oceanos 5 toneladas de plástico por dia. É preciso ter em conta que todos estes aparelhos são experiências e ainda não foram aplicados pelos governos dos diversos países. Para além disso, consideramos essencial organizar ações de prevenção da poluição nas zonas balneares, isto é, reforçar a intervenção da polícia marítima e criar grupos responsáveis por supervisionar estas áreas e aplicar multas, caso seja necessário. Neste seguimento, pretendemos realizar campanhas didáticas de sensibilização sobre este tema junto da comunidade escolar, tendo como objetivo focar a atenção dos jovens no salvamento dos oceanos, mostrando-lhes como assumir um papel interventivo nesta ação.

Medida proposta 1.:

Investir em aparelhos de retenção de resíduos em pontos estratégicos nos oceanos.

Medida proposta 2.:

Organizar ações de prevenção da poluição nas zonas balneares e fazer campanhas didáticas de sensibilização sobre o tema junto das comunidades escolares.

Medida proposta 3.:

.