Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica Aviador Brito Paes, Colos, Odemira

Exposição de motivos

Desde o século XX, a produção de plásticos e a poluição que estes provocam tem aumentado. O plástico não é biodegradável, demorando milhares de anos a decompor-se, indo por fim parar aos oceanos. Este lixo causa a morte de diversas espécies e a poluição das águas, entrando em toda a cadeia alimentar e chegando mesmo à nossa alimentação (por exemplo, o uso de redes de pesca sintéticas e de produtos descartáveis do dia-a-dia que vão parar aos mares e oceanos, tem provocado cada vez mais poluição marinha). Por outro lado, continua a haver muitas pessoas que não se preocupam com as questões ambientais nem mudam comportamentos que são nocivos para o ambiente. Na nossa opinião, é URGENTE apoiar o desenvolvimento da pesquisa científica. Por isso, com o objectivo de encontrar formas para a substituição de produtos tóxicos para o ambiente, a União Europeia deve financiar todos os estudantes que queiram fazer investigação nesta área, disponibilizando materiais, aparelhos e locais para este fim. Para mudar mentalidades e consciencializar os estudantes em relação aos problemas ambientais e possíveis soluções para estes problemas, nós propomos a criação de uma disciplina de Educação Ambiental, desde o pré-escolar ao secundário, a realizar de quinze em quinze dias, com um indivíduo especializado em questões ambientais. Nesta disciplina, seriam realizadas diversas atividades como recolha de lixo, maior reciclagem e criação de objetos úteis feitos a partir de materiais recolhidos pelos alunos. A nossa última proposta consiste em que a União Europeia apoie as fábricas e empresas que produzem produtos alternativos ao plástico, de forma a reduzir a sua produção e a aumentar o uso de produtos que não sejam prejudiciais para o ambiente.

Medida proposta 1.:

A União Europeia deve apoiar financeiramente o desenvolvimento da pesquisa científica com o objetivo de encontrar materiais alternativos ao plástico.

Medida proposta 2.:

O Ministério da Educação deve criar uma disciplina de Educação Ambiental, em todos os anos, desde a pré-escolar até ao secundário, que deverá funcionar de quinze em quinze dias e ser leccionada por especialistas em questões ambientais.

Medida proposta 3.:

A União Europeia deve apoiar as fábricas e empresas sustentáveis na produção de produtos alternativos ao plástico.