Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Externato de S. José

Exposição de motivos

1. Implementação de um ‘Dia do Ambiente’ nas Escolas Acreditamos que para agir eficazmente contra as alterações climáticas, a população deve estar consciente deste problema e, deve, também, saber o que fazer em relação a ele. Para tal, as crianças e jovens devem ser consciencializadas/informadas sobre as ações a ter face às alterações climáticas. Com um projeto deste tipo as escolas estariam não só a melhorar a área à sua volta, como também a incentivar os seus alunos a reflorestar, a recolher lixo, a utilizar meios de transporte com baixas emissões e a adotar comportamentos mais ecológicos no dia a dia. 2. Impor limites mais rigorosos às empresas, no que toca às suas emissões de gases poluentes Embora já existam acordos para a fixação de metas no que toca à redução de gases poluentes, como os limites fixados para 2030 pela associação europeia ZERO, nós acreditamos que são metas pouco ambiciosas tendo em conta a urgência do problema, (os próximos 2 anos serão decisivos) além de que, deixam de fora, por exemplo, o metano, um dos gases mais nocivos para a atmosfera, pelo que devem ser ajustadas. Neste contexto, os Estados-Membros da União Europeia conseguiram forçar o Parlamento Europeu a aceitar várias “flexibilidades” na legislação, tornando os limites muito mais difíceis de aplicar. Por exemplo, os Estados-Membros serão autorizados a utilizar a média das suas emissões ao longo de três anos, em caso de um ‘verão seco’ ou de um ‘inverno frio’, em vez de ser considerado apenas um único ano, nomeadamente o ano final de cumprimento, 2030. Os países também não serão responsabilizados no caso das emissões de um setor virem a ser maiores do que o esperado. 3. Incentivar o uso de transportes públicos e de transportes particulares menos nefastos, tornando-os mais disponíveis, convenientes, melhorando a sua qualidade e conforto e tornando-os mais sustentáveis, por meio do uso de veículos elétricos Para além da contribuição industrial, um dos maiores contribuintes para as alterações climáticas são o uso de meios de transporte pouco eficientes e muito nefastos. Isto deve-se em partes iguais à fraca disponibilidade de meios que resolvam estes dois problemas, e à falta de fiabilidade/conforto que estes meios apresentam. Estas mudanças resultarão numa menor pegada de carbono no centro das cidades, onde veículos particulares movidos a combustíveis fósseis abundam, devido à falta de alternativas públicas e de veículos particulares eléctricos mais acessíveis em termos económicos.

Medida proposta 1.:

Implementação de um ‘Dia do Ambiente’ nas Escolas

Medida proposta 2.:

Impor limites mais rigorosos às empresas, no que toca às suas emissões de gases poluentes

Medida proposta 3.:

Incentivar o uso de transportes públicos e de transportes particulares menos nefastos, tornando-os mais disponíveis, convenientes, melhorando a sua qualidade e conforto e tornando-os mais sustentáveis, por meio do uso de veículos elétricos