Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica e Secundária Prof. Mendes dos Remédios, Nisa

Exposição de motivos

1. A União Europeia detém a maior Zona Económica Marítima e Portugal uma das maiores Zonas Económicas Exclusivas (ZEE), com direito à exploração dos seus recursos marítimos; ao controlo da pesca efetuada por barcos nacionais e estrangeiros; à investigação científica assim como à exploração de petróleo e gás natural no seu leito. A sua expansão e maior controlo são fundamentais para a gestão e preservação desses recursos marítimos a fim de minimizar o esgotamento dos mesmos, o aumento do tráfego clandestino e pescas ilegais, a poluição marítima e catástrofes ambientais. 2. É nossa missão tirar partido dos nossos mares ”Área Marítima Nacional” de forma responsável e sustentável, dinamizando todo um conjunto de setores que ajudem ao crescimento, à inovação e a formas de atrair recursos e investimentos de qualidade. Destaca-se a produção de energias através das correntes marítimas, das ondas e marés; a exploração de novos recursos biológicos e genéticos com o uso de minérios e moléculas existentes no fundo marinho e a pesca/aquacultura em ambiente natural que são o verdadeiro veículo para a prosperidade económica do nosso país. 3. É impreterível adotar políticas de combate e controlo da poluição através da adoção de legislação que incentive a articulação entre os centros de investigação e indústrias de modo a que os materiais retirados dos oceanos possam constituir matérias- primas; do aumento do número de Estações de Tratamento de Águas Residuais e a sua fiscalização assim como da criação de campanhas de sensibilização na Comunicação Social e Escolas para a preservação dos ecossistemas.

Medida proposta 1.:

1. Alargamento da Zona Económica Exclusiva, com gestão e controlo mais eficazes.

Medida proposta 2.:

2. Exploração dos oceanos, de forma mais responsável e sustentável.

Medida proposta 3.:

3. Controlo e diminuição dos resíduos poluentes nos oceanos.