Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica Dr. Correia Mateus, Leiria

Exposição de motivos

As professoras responsáveis realizaram debates sobre o tema com os alunos candidatos. Foi feita uma sessão de esclarecimento com a professora de Ciências Naturais, Andreia Neves. Foi convidada para vir à escola, a Vereadora do Ambiente e Saúde, Dr.ª Ana Esperança, da CML para uma sessão de esclarecimento sobre as medidas já implementadas no Concelho de Leiria. Foi feita uma sessão com os candidatos e a Deputada da Assembleia da República, Margarida Balseiro e o Diretor da escola. Todas estas atividades foram bastante participadas e ajudaram a esclarecer algumas dúvidas dos candidatos. Projeto de Recomendação As alterações climáticas são uma realidade. Com frequência os meios de comunicação social noticiam catástrofes naturais em diferentes localizações do nosso planeta. A Terra é um sistema dinâmico formado por subsistemas (atmosfera, hidrosfera, biosfera e geosfera) que interagem entre si, pelo que qualquer alteração num destes subsistemas provocará desequilíbrios nos outros. Nas últimas décadas a emissão de gases poluentes tornou a atmosfera mais espessa, provocando maior retenção de calor e o aumento da temperatura na Terra. Este aquecimento global origina a fusão das calotes polares com consequente aumento do nível de água do mar. Também a temperatura da água do mar aumenta originando migrações, perda de habitats de alguns seres vivos, falta de alimento e o branqueamento e morte de corais. O aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera origina a acidificação dos oceanos o que afeta a vida marinha, sendo que a capacidade de adaptação dos seres vivos é muito lenta enquanto que as alterações climáticas acontecem a um ritmo rápido. “Os oceanos constituem, atualmente, um desafio global e uma prioridade de ação para muitas nações do mundo, entre as quais os países da união europeia, sendo considerado como uma chave do futuro (Comissão Europeia, 2016)”. Os oceanos têm um papel fundamental na regulação do clima, são fonte de alimentos, de energia e neles existe uma enorme biodiversidade. Assim, na Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável surge o objetivo 14: “conservar e usar de forma sustentável os oceanos, mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável”. A comunidade científica considera que o aquecimento do nosso planeta resulta de atividade humana. Por isso é fundamental desenvolver ações consertadas a nível internacional para que se adotem mecanismos comuns para fazer face às alterações climáticas. A nível individual cabe a cada cidadão tomar decisões informadas e responsáveis em relação ao oceano e aos seus recursos, conservando-os e usando-os de forma sustentável. As medidas aqui propostas visam este objetivo.

Medida proposta 1.:

Fazer parcerias com empresas de recolha de lixo, lojas e supermercados com o objetivo de sensibilizar a população. Para isso haveria uma campanha onde a cada a 10 sacos, receberia 1 cupão. No caso das escolas o prémio seria proporcional ao seu desempenho.

Medida proposta 2.:

Ser obrigatório haver ecopontos em todas as escolas e instituições públicas.

Medida proposta 3.:

Haver mensalmente nas escolas do pré-escolar e 1.º ciclo, um dia dedicado ao ambiente, onde seriam realizados worshops e atividades lúdicas.