Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica de Paredes

Exposição de motivos

Terra, o Planeta Azul. Cerca de 70% da sua superfície é coberta por água, logo, os oceanos são uma parte importante da “nossa casa”, pelo que é urgente salvá-los. Devido à incúria dos humanos, por ano, oito milhões de toneladas de plástico vão parar ao fundo dos oceanos e este “passou assim a fazer parte da dieta alimentar” de muitas espécies piscícolas, contaminando-lhes o organismo, causando-lhes malformações ou até a morte, sem esquecer que as pessoas que regularmente consomem peixe, moluscos e crustáceos também sofrem, a longo prazo, alguns desses efeitos. Constatamos ainda que muitos países industrializados e outros das economias emergentes, na ânsia do lucro fácil e imediato, recorrem a energias muito poluentes, simplesmente porque estas são mais baratas, ignorando as emissões excessivas de CO2 que provocam o aquecimento global, o qual está a contribuir para o degelo acelerado das zonas polares, gerando a subida do nível das águas que, entre outras consequências nefastas, põe em risco a sobrevivência de alguns seres marinhos e terrestres, como por exemplo, a foca e o urso polar. Apontamos também o dedo ao sentido predador de algumas frotas pesqueiras, as quais para colherem espécies de grande valor comercial que vivem em zonas profundas não se inibem de praticar a pesca de arrasto, mas, quando são içadas as redes, trazem, juntamente com as outras, centenas de outras espécies não comerciáveis ou em estádios de desenvolvimento imaturo que impedem a futura reprodução e podem levar à sua extinção, sem esquecer que esta forma de pescar destrói também os leitos marinhos e os recifes. Neste contexto, por uma vida mais amiga do ambiente, é necessário mudar comportamentos e torna-se urgente que os órgãos decisores adotem medidas conducentes a um planeta mais azul. Por estas razões, propomos as seguintes medidas:

Medida proposta 1.:

Incentivar a compra de alimentos frescos a granel, de modo a reduzir a utilização de embalagens e sacos de plástico, substituindo-os por outros materiais mais amigos do ambiente: papel reciclado ou pano.

Medida proposta 2.:

Apostar nas energias renováveis, nomeadamente das marés, eólicas, solares ou outras para substituir as poluentes.

Medida proposta 3.:

Limitar a pesca de arrasto em áreas ecologicamente não sustentáveis, com aplicação de multas severas para as empresas de pesca incumpridoras.