Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica D. Domingos Jardo, Mira-Sintra, Sintra

Exposição de motivos

A poluição marinha é um dos problemas da atualidade. De embalagens a cosméticos, de produtos de higiene a produtos alimentares grande parte dos bens utilizados têm ou usam plásticos. A maioria desses plásticos é descartável, tendo como destino, caso não seja reciclado, as lixeiras, os rios e, por fim, o Oceano. Os animais marinhos ingerem esses plásticos sem se aperceberem, o que lhes provoca doenças, asfixia e até mesmo a morte. O plástico pode permanecer no mar quase 500 anos até desaparecer. Assim, é urgente diminuir o consumo de plásticos para proteger os oceanos. A consciencialização da opinião pública para a quantidade de plásticos nos oceanos e as consequências desses plásticos nas cadeias alimentares é muito importante. O acesso à informação tem um efeito motivador para a tomada de posição e a alteração de comportamentos. Acreditamos que é necessário “Pensar globalmente e agir localmente”. É preciso Mudar, Agir e Replicar para bem dos oceanos e que a proteção do oceano está nas mãos de todos e em atitudes diárias.

Medida proposta 1.:

1. Aplicar uma sobretaxa à venda de produtos embalados em plástico e aplicar multas/coimas a quem for responsável pelo lançamento de detritos (fábricas ou sujeitos individuais).

Medida proposta 2.:

2. Distribuir informação direta (por exemplo: workshops), começando com as crianças e, posteriormente passando para outras gerações, relativamente à importância dos oceanos e à necessidade de os proteger e salvar.

Medida proposta 3.:

3. Libertar os oceanos de plásticos descartáveis, trocando a venda de produtos em sacos de plástico por sacos de pano.