Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Secundária de Ponte de Sôr

Exposição de motivos

Os oceanos enfrentam sérias ameaças, das quais se destacam a poluição, a sobre-exploração de recursos, a destruição de habitats, a degradação ambiental, o desaparecimento da biodiversidade e a introdução de espécies exóticas. A proteção dos recursos oceânicos é muitas vezes vista como uma questão ambiental, mas deve ser encarada também como uma questão económica e política. Só numa perspetiva de uso sustentável é possível o oceano gerar riqueza económica. Torna-se assim essencial definir e articular políticas que contribuam para os objetivos de desenvolvimento sustentável dos países. Muitos resíduos domésticos acabam por ser depositadas nos rios e mares, pelo que é necessário proceder à sua separação e tratamento, de forma inteligente, com recurso a novas tecnologias e a maquinaria sofisticada. Esta prática deveria ser alvo de beneficios financeiros que seriam aplicados na promoção ambiental. Em relação aos recursos marinhos e atividades económicas com eles relacionados torna-se urgente a promoção de alterações nos sistemas de pesca e respetivos equipamentos e materiais. Assim diminuirão os níves de poluição dos oceanos. Também as praias terão de ser alvo de uma vigilância mais eficiente, se necessário, recorrendo a pesadas multas. Muito do lixo produzido acaba no fundo dos mares e oceanos. Esta situação preci-sa de uma rápida inversão.

Medida proposta 1.:

Desenvolver uma máquina de recolha de resíduos “inteligente”.

Medida proposta 2.:

Modernizar os sistemas de pesca, através de aplicativos de ecolocalização e substituição das redes de pesca por depósitos associados a barcos de pesca.

Medida proposta 3.:

Proteger as praias sensibilizando a população para os efeitos da poluição e consequente degradação dos oceanos. A poluição das praias deverá ser alvo de multas.