Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica Diogo Lopes Sequeira, Alandroal

Exposição de motivos

"Nós não herdámos a terra dos nossos antepassados, pedimo-la emprestada aos nossos filhos." Provérbio Índio Tendo consciência da situação muito grave em que se encontra o Planeta Terra no seu todo, nomeadamente os Oceanos, ameaçados todos os dias por toneladas de lixo, essencialmente plástico, os alunos consideram urgente que Portugal tome medidas para acabar com os agentes poluidores e destruidores da Natureza, em particular do Oceano, já que temos uma costa muito rica. Cabendo a cada um de nós, e a todos no geral, fazer um bocadinho mais e melhor para acabar com o lixo plástico, uma das medidas prende-se com o términus de todo o material plástico nos organismos públicos, dando estes o exemplo. De modo a tornar a limpeza do lixo nas praias e rios um dever sistemático, para que seja eficaz, os alunos lembraram-se de dar aos reclusos essa tarefa, sendo também uma maneira destes contribuírem para o bem comum. Por fim, escolheu-se uma medida mais global e que se prende com a proteção dos Oceanos, a partir da ajuda às grandes organizações de proteção da Natureza, seja através de voluntários, seja monetariamente.

Medida proposta 1.:

Incentivar, com prémios monetários ou material, as escolas, hospitais e organismos públicos a trocar garrafas, pacotes de leite e ou sumo, sacos e embalagens de plástico por vidro, cartão rijo ou por outro material reciclável, de forma a reduzir ou abandonar completamente a utilização do plástico.

Medida proposta 2.:

Pôr os reclusos das prisões das zonas costeiras e das zonas com praias fluviais a limpar e separar o lixo dessas mesmas praias, de modo regular, sob a supervisão dos guardas.

Medida proposta 3.:

Dar incentivos fiscais às empresas que apoiem, por meio de campanhas de angariação de fundos, voluntários ou monetariamente, as organizações credenciadas de proteção ambiental, nomeadamente dos Oceanos.