Parlamento dos Jovens - Básico


Edição 2018 (2018/2019)

Escola

Escola Básica de Montenegro, Faro

Exposição de motivos

As medidas decididas pelos deputados do Agrupamento de Escolas de Montenegro - Faro visam a redução do despejo poluente de resíduos nos nossos recursos hídricos nacionais e no Oceano Atlântico, visto os Oceanos, os maiores reservatórios de despejo estarem a formar "ilhas" de lixo e Portugal é manifestamente prejudicado pois 97% do seu território é água. Este Portugal Marítimo deve ser preservado, os seus ecossistemas únicos devem ser protegidos com áreas ou reservas marinhas com o intuito de salvar a fauna e a flora. Os deputados do Agrupamento de Escolas de Montenegro preocupam-se também com o Aquecimento Global que influencia o degelo dos polos e contribui para o aumento do nível das águas colocando em risco toda a nossa zona costeira. Uma forma simples de combater isto, depende de nós, da nossa mudança de hábitos alimentares. O consumo excessivo de carne leva ao aumento da indústria animal que produz altos níveis de gás metano, afetando a nossa atmosfera, muito mais que a libertação de dióxido de carbono proveniente dos veículos motorizados. Consciencializar as pessoas para este problema, consciencializar os cidadãos de amanhã e mudar os hábitos de consumo excessivo permitirá preservar o nosso planeta, os nossos oceanos, o nosso país, os nossos lares.

Medida proposta 1.:

Colocação de um sistema de filtragem nos canos de esgoto que despejam nos rios, lagos e oceano, para impedir a passagem de todo o tipo de resíduos visando a preservação dos recursos hídricos.

Medida proposta 2.:

Criar áreas protegidas no Oceano Atlântico para preservar os ecossistemas marinhos.

Medida proposta 3.:

Realizar campanhas para a redução do consumo de carne e promoção de uma alimentação com mais vegetais e frutas. Pois a crescente indústria de carne e os seus derivados produz gases que afetam o planeta (aquecimento global).